GandaM@lhos BTT

A glória não está em não cair…, mas sim em levantar-se sempre…


Deixe um comentário

GandaM@lhos no Reino Maravilhoso…

“Vou falar-lhes dum Reino Maravilhoso. Embora muitas pessoas digam que não, sempre houve e haverá reinos maravilhosos neste mundo. O que é preciso, para os ver, é que os olhos não percam a virgindade original diante da realidade, e o coração, depois, não hesite. Ora, o que pretendo mostrar, meu e de todos os que queiram merecê-lo, não só existe, como é dos mais belos que se possam imaginar. Começa logo porque fica no cimo de Portugal, como os ninhos ficam no cimo das árvores para que a distância os torne mais impossíveis e apetecidos. …”  Miguel Torga

Reino Maravilhoso

E é esta pequena citação de Miguel Torga que vai dizendo quase tudo a propósito do fim de semana que passou.  Foi mesmo maravilhoso, no tal Reino Maravilhoso de Trás os Montes!

Sábado, 24 de Abril, rumaram para Vila Flor os GandaM@lhos tubaralhas, montinium, zenight, e ainda o regressado brocas, a kambotinha, mais as respectivas madames, e ainda as ciclistas mais pequenas do grupo, de 3 e 4 anos, totalizando a comitiva 11 pessoas.

A comitiva dos GandaM@lhos em Vila Flor

Recebidos já por horas de almoçar em Vila Flor, com um dia soalheiro e com temperaturas quase de Verão, procedemos ao reabastecimento num dos restaurantes da vila, com uma suculenta refeição muito saborosa e bem regada.

Como era dia dedicado ao lazer e à família, já depois de bem instalados numa unidade hoteleira com excelentes condições de alojamento,  foi a comitiva dar uma volta pelo centro da pequena vila e ainda nas imediações do parque de campismo, que mereceu rasgados elogios pelos que não conheciam, e foi um verdadeiro paraíso para as crianças.

Parque

Domingo, 25 de Abril,

Dia de prova…! grande novidade a relatar; o regresso do brocas ao BTT!

Um dia de sol, lindo, calor, óptimo para a prática da modalidade…

Formação Antes da

Formação antes da partida

Depois de dado o tiro de partida, ficou bem notório o esforço que o brocas fazia para acompanhar o seu próprio ritmo bastante tranquilo… 😉 , fruto da ausência de treinos, e talvez um pouco receoso, pois era o regresso ao lugar da sua queda que lhe causou no ano passado uma fractura no braço . No entanto superou-se, e decidiu fazer a mini maratona de 14 kms, tendo ganho a prova com grande distância sob o 2.º classificado…

Após o brocas ter decidido fazer a mini … seguiram os bravos GandaM@lhos, agora sob o ritmo lento do zenight, fruto de alguns exageros da véspera, que comprometiam o andamento.

E acabou por ser melhor assim …, pois desfrutou -se mais dos trilhos espectaculares que o Clube de Ciclismo de Vila Flor nos proporcionou.

Para variar no âmbito dos M@lhos, reporta-se desta vez uma aparatosa queda do zenight, que lhe deixou uma nódoa negra bastante grande….

Realmente o que vem à memória desta participação, para além do fantástico ambiente criado por toda a comitiva, fica a memória de trilhos absolutamente fantásticos, sempre enquadrados por paisagens de cortar a respiração, compostos por subidas puxadinhas, descidas alucinantes, tudo …

Maravilhoso…!

Ficam as fotos da chegada do tubaralhas, do zenight e do montinium… não há fotos do brocas, porque chegou muito antes da comunicação social…

tubaralhas

zenight

montinium

Altimetria:

Altimetria

O percurso GPS:
GPSies - V Rota da Liberdade Vila Flor 2010
Fotos no:

e

FUI!

Anúncios


Deixe um comentário

Os GandaM@lhos foram à praia… e a banhos de … Chuva!!!

Este fim de semana, decidiu-se mudar de ares, e propunham-se os GandaM@lhos alcançar a Princesa do Ave  (Vila do Conde) a partir do Porto.
Contando com a presença do enferrujado montinium, combinou-se o ponto de encontro e partida, na rotunda da Anémona, em Matosinhos.

Ponto de encontro...

O tubaralhas e o montinium, saíram da Senhora da Hora, e o zenight e o sugar, saíram de Vila Nova de Gaia.
Com um início atribulado, pois havia grande indefinição quanto ao percurso a tomar, com o tubaralhas agastado com o facto de ninguém o seguir…facto difícil de alcançar, tal a rapidez com que se desloca…
Uma vez com as tropas juntas…lá seguimos sempre junto à orla marítima, até a um ponto onde não havia mais estrada ou caminho…Veio então ao de cima a capacidade de improviso dos GandaM@lhos, e atravessou-se uma praia por sinal bem bonita, para voltar a retomar a estrada junto ao mar,  sempre em pavimento empedrado, até Vila do Conde.

Trilhos diferentes...

Pavimento empedrado, que fez mazelas bem audíveis na bicla do sugar… pedais e suporte do bidão, eram os que mais se queixavam…
Mazelas também bem visíveis nos pneus Continental do tubaralhas, fruto das suas queridas derrapagens.
Com Vila do Conde à vista, e com cerca de 2 horas de caminho, foi altura de fazer turismo… fotos numa nau quinhentista, cerveja e tremoços, num bar fronteiro à ciclovia, já depois do Castelo.

Objectivo alcançado

O regresso prometia molho, tal a escuridão do céu na direcção de casa…
Prometido é devido, e pouco depois da saída de Vila do Conde, já na EN 13, começou a chover com alguma intensidade, o que convidava a um ritmo mais elevado, mas a forma do montinium não permitia, mesmo assim chegamos a rolar acima dos 30 km/h.
Ainda no auge da fase trapalhona, há a reportar mais uma aparatosa queda do tubaralhas em plena recta de Mindelo…e ainda com o azar de ter furado já à porta do Aeroporto.

Assistencia ao furo do tubaralhas...

Depois de remediado o furo, foi num ápice que regressamos ao ponto de partida, encharcados eu e o sugar, e com 70 kms nas pernas.
Um passeio muito agradável, a ser repetido, quem sabe até mais longe…!

Para variar …

GPSies - Porto - Vila do Conde - Porto

Altimetria violentíssima….

e mais fotos no

FUI!


Deixe um comentário

Quando não se conhece o sentido da palavra moderação…

Quando o pessoal desconhece o sentido da palavra moderação, podem acontecer momentos de rara beleza, como assim se veio a verificar este sábado.
Foram os GandaM@lhos, ZeNiGhT e Tubaralhas guiados pelo seu recém promovido “wheelman”, o Tony Sugar, que nos levou a visitar novos trilhos para os lados de Canedo, Santa Maria da Feira.
E que trilhos!!!

Topo do percurso

Fomos brindados com um acumulado de 660 m em apenas 20 kms!!!, num percurso aliciante e muito técnico, que tinha uma subida de 5 Kms absolutamente demolidora, em terreno muito difícil, de pedras soltas, que nos elevou dos 47 m de altitude até a uns gloriosos 380 m de elevação. Fica aqui a vista desde lá de cima.

the wall! - 1.º degrau e o Tony a bufar...

Embora o Tony Sugar não estivesse na sua melhor forma, para trepar, o que levou a algumas paragens para restabelecer energias, mas compensou largamente na descida, onde literalmente “voou” baixinho com a sua Cannondale.

A descida do 2.º andar

O Tubaralhas estava algo trapalhão, e então, foram muitas as peripécias que aconteceram ao longo do percurso, desde a iniciação à técnica de arrancar em pendentes acentuadas, a (falta de técnica) ao arrancar nas descidas MUITO inclinadas, apostas a valerem uns copos de cerveja… até calções a meterem-se onde não eram chamados, enfim …

Técnissíssima descida! o Tubaralhas que o diga...

Um dia de pratica desportiva, não só com as pernas, mas também desenvolvendo muito os abdominais, tal foi a quantidade de riso que todos lá deixamos ficar, e depois no final com a quantidade de cerveja e febras consumidas.

A recompensa dos guerreiros...

Fica aqui a intenção de lá voltar, se possível ir um pouco mais à frente, para Pedorido, Castelo de Paiva.
Como de costume;

  • A altimetria do percurso:

Altimetria fraquinha....

  • MAIS fotos no       
  • O percurso no         GPSies - Por  terras de Canedo by Tony Sugar

e o
FUI!


Deixe um comentário

Páscoa sobre rodas…com Vila Flor à vista…

Para quem tem o privilégio de poder abalar para terras algo longe destes centros urbanos, e aí encontrar verdadeiros paraísos para a alma, para o camelbak da frente e para  as rodas da frente da bike, esta quadra festiva da celebração da Ressurreição de  Cristo, pode ser um sonho tornado realidade.

Ao fundo... o principio do rio Tuela... tem trilhos para lá!

Para o cronista, fica apenas o lamento de ter rolado só, apenas com a companhia da inseparável e cada vez mais … BeOne, rolando por montes e vales transmontanos.

Gostaria  que cada vez mais pessoas pudessem desfrutar de tamanha diversidade de escolha de percursos para a modalidade que abraçamos, ali por aquelas terras que bem precisam de visitantes….

Gráfico curioso... na sexta feira...

Curioso... e maior.... no sábado....

Sempre acompanhado por temperaturas muito baixas, chuva, e de asfalto…. (grrrrr!) isto porque senão não ganho para calços de travão… e fica o Pato com o stock em ruptura…., lá consegui fazer quase 100 kms.

A escolha do asfalto resulta do facto de que por ali os terrenos e caminhos rurais ainda estão completamente saturados de agua, e porque  a lama por lá é do mais abrasivo que vi até hoje.

Só por que é bonito....

Foi o que foi, a aqui ficaram as fotos que o velho telelé ainda vai tirando…

E esta … só porque gosto do meu cockpit …

Não é do telelé...

Mais no Facebook…

Os trilhos;

  • AQUI:       GPSies - Edrosa - ERVEDOSA - Edrosa
  • AQUI,      GPSies - Edrosa-  Sr.ª da Serra - Brito de Baixo - Edrosa.

no sitio de costume…

FUI e voltarei um dia destes…

<a href=”http://www.gpsies.com/map.do?fileId=mscqxfkguxnudmby&#8221; title=”GPSies – Edrosa- Sr.ª da Serra – Brito de Baixo – Edrosa.”><img src=”http://www.gpsies.com/images/linkus.png&#8221; border=”0” alt=”GPSies – Edrosa- Sr.ª da Serra – Brito de Baixo – Edrosa.” /></a>